sábado, 13 de junho de 2009

Você precisa de ajuda?

Durante o curso de vida somos ajudados de diversas maneiras: nascemos dependentes e muitas vezes continuamos dependentes por um bom tempo de nossas vidas. Dependemos de sermos alimentados, cuidados, abraçados. Contudo, conforme se cresce o apoio recebido dos outros é transformado em auto-apoio, ou seja o objetivo é tornar-se autônomo, capaz de resolver suas próprias questões e dificuldades, capaz de cuidar de si-próprio. Todavia, em diversos momentos da vida continuamos a precisar de outros. Seja para estabelecer um relacionamento, seja para pedir ajuda na resolução de problemas e conflitos. Muitas vezes, no consultório, os terapeutas se defrontam com as dificuldades que o cliente apresenta em pedir ajuda: chegar ao consultório é uma dificuldade por si só. Isto porque o desenvolvimento do auto-apoio é confundido com não-dependência ou mesmo com a sensação de orgulho. O simples fato de requerer ajuda para cuidar da própria vida parece levar muitas pessoas a sentirem-se mais deprimidas ou envergonhadas. É importante frisar que procurar pela ajuda necessária quando se passa por grandes dificuldades no desenrolar da vida não é sinal de vergonha e sim de extrema maturidade. Isso porque demonstra que a pessoa é capaz de reconhecer seus limites e que está disposta a aprender e desenvolver modos melhores de gerenciar a si-mesma e à sua vida. Assim, jamais deixe de procurar ajuda especializada, pois através do auto-conhecimento você poderá ver mais claramente os acontecimentos de sua vida e aprender novas maneiras de apoiar a si mesmo e, quem sabe até, ajudar a outros.

Gabriela P. Daltro
Psicóloga CRP 06/86668
gabipdaltro@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário