terça-feira, 18 de agosto de 2009

Bebês com Insônia

A insônia entre bebês é um problema que afeta grande parte das famílias e que chega à clínica pediátrica em geral através das dificuldades que gera no sono dos familiares e, em especial, da mãe. O sono é uma função biológica importantíssima para os bebês, pois está associado ao seu bem-estar e crescimento saudável, contribuindo para sua saúde como um todo. A insônia pode ser percebida a partir do terceiro mês de vida, quando os primeiros ritmos de sono começam a se estabelecer. A insônia nos bebês é tida como a dificuldade em iniciar e manter o sono assim como a dificuldade em recomeçar a dormir. Entre as causas comportamentais associadas a essa dificuldade estão a higiene do sono materna (por exemplo, mães que ingerem muita cafeína próximo ao horário de dormir), exposição do bebê à estimulacão excessiva física e emocional próximo ao horário do sono, fatores estressantes físicos ou emocionais no ambiente do bebê e a causa mais comum (cerca de 30%) quando o sono está condicionado a algum fator ambiental específico que não pode ser repetido todas as vezes tais como adormecer no colo, ter música presente, passear de carro, entre outros fatores que podem marcar para a criança o momento em que o sono deveria ser iniciado. O tratamento nestes casos está focado nos pais ou responsáveis, de modo que estes aprendam a identificar a rotina do sono e provocar mudanças comportamentais que levem a melhorias. O apoio também é fornecido aos pais no sentido de diminuir sua ansiedade na separação do bebê, de modo que o sono e o adormecer sejam entendidos e vivenciados como atividades de prazer e bem0-estar tanto para pais quanto para filhos.

Gabriela P. Daltro
Psicóloga CRP 06/86668
gabipdaltro@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário