quarta-feira, 25 de maio de 2011

Terapia para dificuldades sexuais

As dificuldades sexuais incluem desde disfunções sexuais coma disfunção erétil, ejaculação precoce, falta de desejo sexual, entre outros como também dificuldades em viver a própria sexualidade dentro ou fora de uma parceria. Cerca de 70% dos problemas sexuais são de origem exclusivamente psicológica ou de origem mista: psicológica e orgânica. Desta forma, além da medicação quando necessária, o acompanhamento psicoterapêutico se faz fundamental. Durante a terapia sexual são tratados temas como educação sexual (pois muitas dificuldades devem-se a falta de informações corretas sobre sexualidade), história de vivência da sexualidade, padrões de comportamento relacionados, angústias e medos e outros temas que podem influenciar a vida sexual tais como o relacionamento conjugal. Muitas vezes é feita também uma investigação sobre outros quadros que podem afetar a sexualidade tais como depressão, psicoses e ansiedade. Cuidar da própria sexualidade é cuidar de um aspecto fundamental da vida humana: aquele lado que permite o prazer, a intimidade e o contato pleno com o outro. Conversar sobre o tema, informar-se e buscar ajuda adequada são modos de buscar a satisfação nesta área da vida.

Gabriela P. Daltro
Psicóloga CRP 06/86668
gabipdaltro@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário