terça-feira, 20 de agosto de 2013

Vida sexual na Terceira Idade

Muitas pessoas na velhice continuam sendo sexualmente ativas, e cerca de metade dos homens acima dos 90 anos referem manter desejo sexual. De acordo com as pesquisas, contudo, somente cerca de 15% podem ser considerados sexualmente ativos. Na nossa sociedade a relação sexual tem sido considerada atividade dos jovens, das pessoas com boa saúde e fisicamente atraentes. A ideia de que pessoas na terceira idade mantem desejo e interesse sexual e vida sexual ativa ainda não e amplamente aceita, ainda que seja realidade. Muitas pessoas na velhice sentem culpa e vergonha por seus desejos e muitas vezes não conseguem procurar ajuda adequada por acreditarem que sentir vontade e prazer sexual em sua idade esta “errado”.  Além dessas crenças que interferem negativamente para uma sexualidade plena em idades mais avançadas, há também especificidades desta época da vida como a capacidade de interesse do parceiro (a), o estado de saúde, problemas de impotência ou dor na relação, efeitos colaterais de medicamentos e perda de privacidade (como morar na casa dos filhos, por exemplo). E importante ressaltar que há muitas diferenças individuais em relação aos efeitos da idade na sexualidade, mas e importante saber que homens e mulheres podem continuar a desfrutar de uma vida sexual alegre e prazerosa com o avançar dos anos e que existe ajuda especializada. Procure seu urologista, ginecologista e psicólogo sexólogo para ajudar nestas questões. Afinal, sexualidade também e qualidade de vida em qualquer idade.

Gabriela P. Daltro
Psicóloga CRP 06/86668

gabipdaltro@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário