quarta-feira, 20 de maio de 2009

Trabalho: da crise para a auto-realização

Na atualidade falar de trabalho e profissão suscita em muitos a palavra “crise”. A “crise mundial” e a dificuldade de encontrar certos postos de trabalho têm levado muitas pessoas a questionar sua atuação no mercado. Quando a crise gera a oportunidade de refletir sobre a própria carreira ela desloca uma angústia que é coletiva para transformar o problema do trabalho em uma questão também individual. Assim, é preciso pensar na crise, mas também na sua “crise particular”: é o momento ideal para questionar sua história em relação ao trabalho, a questão do planejamento financeiro (suas expectativas financeiras), a questão da aptidão (se você está satisfeito com a área de trabalho que tem desenvolvido). Afinal, a profissão ocupa lugar de destaque na vida, uma vez que é a partir dela que é gerado o sustento e, acima de tudo, é no trabalho que se passa a maior parte das horas diárias. Ter claro para si suas habilidades e o que espera de sua vida profissional é o primeiro passo para enfrentar de modo mais tranquilo a busca ou mudança de emprego. Grande parte das angústias humanas se dão no âmbito do trabalho, pois o ser humano se faz e se realiza através de suas ações no mundo e no modo como estas ações ressoam em seu interior. Desta forma, trabalhar não é meramente gerar sustento, é também gerar e criar a pessoa que você é a todo momento.
Gabriela P. Daltro
Psicóloga CRP 06/86668

Nenhum comentário:

Postar um comentário